Psicanálise de Conjuntura #12: Pandemia e Democracia (com Yara Frateschi)

A pandemia mostrou que a fronteira entre bios, zoé e pólis é muito mais acidentada que se poderia supor. Quem vive, manda, morre e tem de fato o poder de escolha em nossas democracias? Afinal, em sua definição do que é povo está também quem é o povo? O povo pode ser aqueles que bradam a favor de um governo formado por castas militares, o povo são aqueles que depositam seu poder na mão e se deixa dirigir por fardas? Afinal que é o povo. Democracia é possível num regime representativo ou esse regime representativo é justamente aquilo que impede a efetivação democrática quando o que estabelece a representação não é somente fundo partidário mas vultuosos investimentos das classes abastadas? Isso é democracia ou governo dos poderosos? Leia mais »

Psicanálise de Conjuntura #08: Anti-Intelectualismo

Há algo em comum entre o anticientificismo da extrema-direita e o anti-intelectualismo de certos setores da esquerda? Para debater esse tema quente, recebemos no programa da próxima segunda o grande Deivison “Nkosi” Faustino para trocar uma ideia com Pedro Ambra, Marília Moschkovich e Douglas Rodrigues Barros
A linguagem científica e filosófica foi afastada da vida comum, aliás como tudo aquilo valioso para a humanidade, por um projeto de poder. Tornar essa linguagem acessível ou tornar possível o acesso a própria linguagem? Essa última posição não se bate diretamente na necessidade de alterar as formas de reprodução da existência e democratizar radicalmente o acesso ao saber. Será que é isso que realmente queremos fazer? Ou continuarmos como pastores do conhecimento especializado e científico pressupondo a “ignorância” do Outro? Leia mais »

Libre #5: Pandemia e Quarentena no Contexto Não-Mono

Tá difícil? Tá muito.
Como as relações não-mono estão sobrevivendo (se é que estão) à quarentena? Como essa experiência horrível de pandemia está sendo vivida por quem tem relações não-monogâmicas? Rola ciúme? Insegurança? É válido furar a quarentena? E a saúde mental? E a saudade de transar? COMOFAZ? Leia mais »

Psicanálise de Conjuntura #06: Fascismo do Cotidiano

“E, daí?” Expressão que significa desdém, indiferença a algo, a algum acontecimento ou a alguém. “E, daí?” Capacidade de minimizar um fato, se insensibilizar ante uma tragédia, ignorar um problema. E, daí? Utilizada para afastar de si a responsabilidade pode ser também má fé diante de uma escolha mal feita. Se espera essa frase de alguém cujas responsabilidades são pequenas ou daquele que foge a elas.
Marcada pela indiferença a expressão “E, daí?” sempre é lançada quando se quer ficar livre de qualquer responsabilidade. Responsabilidade, porém, é justamente o que se espera de alguém que faz parte do maior cargo executivo de um país. O que significa, portanto, essa expressão na boca de um presidente? Leia mais »

Psicanálise de Conjuntura #03: Os contágios da periferia

O que é a COVID-19 na quebrada? O que ela explicita das lógicas de funcionamento, controle de corpos, gestão racial e de afetos? Na última segunda estivemos ao vivo às 21h, na Rádio Sens, com Douglas Rodrigues Barros, Pedro Ambra e uma convidada Leia mais »