Opinião: O novo Bike Sampa é o fim do compartilhamento de bikes em São Paulo

Com um investimento de mais ou menos 1,8 milhões, a empresa Tembici, ligada à Serttel, Luciano Huck, Itaú, Rede Globo e a multinacional PBSC abocanhará um sistema que pode faturar até 180 milhões. Legal né? Negocião. Mesmo que a prefeitura não gaste nada, como o prefeito gosta de alardear, só de ficar quietinha sem atrapalhar, já está dando uma mega bolada. Leia mais »